Dicas

4 importantes motivos para continuar investindo em imóveis:

compra de imóveis

 

1- Demanda permanece

Embora a construção civil deva diminuir os lançamentos de imóveis para 2016, a procura por imóveis, especialmente os prontos e usados, não deve diminuir, fazendo com que a demanda do mercado permaneça positiva. O fato é que 2015 foi um ano com resultados abaixo do esperado na economia e isto refletiu no mercado imobiliário. As mudanças nas regras de financiamentos afetaram muitas pessoas que pretendiam comprar imóveis em 2015. Muitas precisaram mudar o planejamento e buscar novas alternativas, ou mesmo adiar os planos. Com isso, muitos consumidores que gostariam de ter comprado esse ano, vão acabar fechando negócio no ano que vem.

 

2- Consumidores com boa expectativa

Uma pesquisa realizada pelo Viva Real com pessoas que procuraram imóveis nos últimos meses de 2015, apontou que os consumidores têm uma visão positiva do mercado imobiliário para 2016. Mais da metade deles acredita que o preço dos imóveis irá cair e 63% esperam que a margem para negociações melhore. Com isso, eles acreditam que ficará mais fácil comprar um imóvel no ano novo.

Na mesma pesquisa realizada pelo portal, o VivaReal descobriu que 36% das pessoas que estão procurando imóveis no final de 2015 pretendem fechar negócio ainda no 1º trimestre de 2016.

 

3- Demanda permanece

Além de todas as estimativas e notícias que falamos sobre compra e venda, existem também boas perspectivas para as locações. O setor, que já estava aquecido em 2015, deve continuar com bom desempenho em 2016. Entre maio e setembro de 2015, por exemplo, a procura por imóveis para locação subiu 32% e deve continuar crescendo no próximo ano.

Caso você ainda não trabalhe com locação – ou não dê muita atenção para esta operação, é importante lembrar que a administração de imóveis garante receita todos os meses para seu negócio, o que pode ser bastante positivo em um momento de economia em desaceleração. Além disso, o tempo médio que uma pessoa leva para escolher um imóvel para aluguel é de 1 mês, enquanto para compra é de 6 meses. Ou seja, por mais que o retorno financeiro seja menor, você pode diversificar suas operações e garantir que não ficará sem ganhar dinheiro em nenhum mês.

02

4- Aumento do número de pessoas morando sozinhas

Nos últimos anos, tem se tornado mais alto o número de pessoas morando sozinhas. Muitas pessoas têm mudado de cidade em busca de novas oportunidades de trabalho e estudo. Também cresce o número de jovens adultos que deixam a casa dos pais em busca de independência, além do número de divórcios, que tem apresentado um crescimento baixo, porém constante. Entre 2004 e 2013, o número de brasileiros morando sozinhos cresceu 35% e deve continuar crescendo. Com isso, o mercado tem recebido uma demanda maior por imóveis para pessoas que moram sozinhas.

O mercado de lançamentos imobiliários já está atento para atender essa demanda de pessoas que buscam imóveis menores. Em grandes cidades, como Rio de Janeiro e São Paulo, temos visto projetos de apartamentos bastante pequenos (o menor deles tem 14m²). Apesar de os lançamentos deste tipo terem enfrentado certa dificuldade nas vendas em 2015, esse cenário deve melhorar em 2016 – quando investidores devem retornar suas apostas no setor.

 

Fonte: Viva Corretor.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *